O estado do Colorado tem uma das mais belas paisagens naturais dos Estados Unidos, mas também tem uma alta taxa de acidentes de trânsito. De acordo com os relatórios de acidentes no Colorado, as estradas do estado viram um número crescente de acidentes nos últimos anos.

Desde 2016, o número de acidentes tem aumentado, chegando a 129.000 em 2019, um aumento de 21% em relação a 2016. Além disso, o relatório também mostra que os acidentes fatais aumentaram significativamente, com 632 mortes em 2019, um aumento de 35% em relação a 2016.

Um dos fatores que contribuíram para esse aumento preocupante é a falta de respeito às leis de trânsito. As principais infrações incluem excesso de velocidade, uso de celular enquanto dirige, não usar cinto de segurança e dirigir sob influência de álcool ou drogas. Para combater essas infrações, o Departamento de Transportes do Colorado tem lançado campanhas de conscientização e aumentado a presença policial nas estradas.

Outra tendência alarmante é o aumento do número de acidentes envolvendo motociclistas. Apesar de representar apenas 3% do total de veículos registrados no estado, os acidentes envolvendo motocicletas foram responsáveis por mais de 20% das mortes nas estradas em 2019. O relatório indica que um dos motivos é a falta de equipamentos de segurança, como capacetes, por parte dos motociclistas.

Por fim, o relatório mostra que as rodovias interestaduais são as mais perigosas, com 40% dos acidentes fatais ocorrendo nessas estradas. Colorado Highway 85 e US Highway 287 foram identificadas como as rodovias mais perigosas do estado em termos de número de acidentes.

Em conclusão, os relatórios de acidentes no Colorado mostram que as estradas do estado precisam de atenção urgente. É essencial que todos os motoristas respeitem as leis de trânsito e usem equipamentos de segurança, além de que sejam feitos investimentos em infraestrutura e segurança nas estradas. A segurança nas rodovias é uma responsabilidade de todos, e a conscientização é o primeiro passo para mudar essa realidade preocupante.