Como baterista, escolher os pratos certos para a sua bateria é uma decisão importante. Os crashes são um elemento crucial do seu kit de percussão, e escolher o certo pode fazer toda a diferença no som final da sua música.

Dois dos tipos de crashes mais populares são o thin crash e o medium crash. Embora ambos sejam adequados para uma variedade de estilos musicais, eles apresentam diferenças significativas em termos de som e durabilidade. Neste artigo, vamos explorar as diferenças entre thin crash e medium crash, para que você possa escolher aquele que melhor se adapta ao seu estilo musical.

O que é um thin crash?

Como o próprio nome sugere, o thin crash é um prato fino e leve. Ele produz um som brilhante e rápido, com muito sustento e pouca duração, perfeito para estilos musicais como jazz, fusion e pop. O thin crash é mais sensível ao toque do que outros tipos de crashes, o que significa que você pode obter uma variedade de sons, dependendo da força com que toca.

O thin crash também é conhecido por ser mais frágil do que outros tipos de pratos. Como ele é mais fino, pode ser mais propenso a quebrar se for tocado com muita energia ou se for maltratado durante o transporte ou a armazenagem. No entanto, muitos bateristas acham que o som do thin crash compensa sua fragilidade, e o usam com frequência em suas apresentações.

O que é um medium crash?

Já o medium crash é um prato mais pesado e espesso do que o thin crash, com um som mais sustentado e menos brilhante. Ele é adequado para estilos que exigem um som mais pesado e agressivo, como o rock, hard rock e metal. O medium crash geralmente produz um som mais rico e encorpado do que o thin crash, embora possa ser menos sensível ao toque.

Ao contrário do thin crash, o medium crash é menos propenso a quebrar devido à sua espessura. Ele pode ser mais durável e resistente ao uso intenso, o que o torna uma opção popular para bateristas que tocam com intensidade.

Qual escolher: thin crash ou medium crash?

Na escolha entre thin crash e medium crash, é importante considerar qual estilo musical você toca com mais frequência. Se você é um baterista de jazz ou pop, o thin crash pode ser a escolha perfeita. Sua fragilidade pode ser um problema, mas o som brilhante e sensível compensa.

Se você toca rock, hard rock ou metal, o medium crash pode ser a melhor opção. Ele produz um som mais pesado e agressivo, que é ideal para esses estilos musicais. Sua durabilidade também o torna uma escolha mais confiável.

Em última análise, a escolha entre thin crash e medium crash depende do seu gosto pessoal e do estilo musical que você toca com mais frequência. Ambos os tipos de crashes têm vantagens e desvantagens, então cabe a você decidir qual escolher para complementar o seu som de bateria.